O que é preciso para ser MEI?

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual, isto é, um trabalhador que, por conta própria, está apto a exercer a profissão de pequeno empresário e é registrado como tal.

Quem é microempreendedor no Brasil consegue, desde a regularização da área em 2008, realizar qualquer uma das 400 modalidades de serviços, comércio ou indústria registradas no país.

Entretanto, essa modalidade não escapa dos diversos questionamentos que são gerados por conta, principalmente, da legislação brasileira, que tende a dificultar de forma burocrática a abertura de negócios no país.

Quem pode ser MEI?

Para ser MEI, é preciso ter um faturamento menor que o limite estabelecido em R$ 81.000,00 por ano ou R$ 6.750,00 por mês. Além disso, o candidato também não pode ter participação em qualquer outra sociedade em outras empresas.

Outro ponto obrigatório a ser seguido é que a empresa do MEI deve conter apenas um funcionário contratado, que precisa, por sua vez, ganhar apenas um salário mínimo ou o piso da sua atuação.

Quem recebe algum benefício da previdência também irá encontrar restrições no momento de tentar realizar o registro.

Trabalhadores que obedecerem a esses tópicos (dentre outros a serem consultados), podem obter a documentação necessária para iniciar a sua trajetória como pequeno empresário.

Como começar a atuar na área?

Uma das formas de dar um pontapé inicial na modalidade é através do registro como microempreendedor individual. Com essa documentação, todo trabalhador que já trabalhava de maneira autônoma, pode se formalizar como pequeno empresário e passar a ter mais direitos, como o acesso à previdência social, assim como também terá mais deveres.

Para conseguir o seu registro MEI, é preciso ter em mãos o número do seu CPF e do título de eleitor e o último recibo de envio da Declaração do Imposto de Renda. O próximo passo é acessar o site do Portal Empreendedor e seguir as etapas que forem apresentadas. Todo o processo é gratuito e não requer assinaturas.

Assistência para MEI

Ser um microempreendedor não tira a responsabilidade legais da sua empresa. Haverá a tributação e impostos diversos que precisarão ser declarados. Por isso, também é imprescindível contar com o auxílio de outro profissional essencial no mundo dos negócios: o contador.

Se você tem interesse em encontrar um bom escritório de contabilidade, não perca a oportunidade de entrar em contar com a Consulesp e saber mais informações a respeito agora mesmo!

Solicite um contato

Categorias

Serviços